Filtrar

Filtros ativados:
    Capacidade
    Grau de Compressão

    Mais Informações

    Terapia Compressiva

    O que nós queremos é: O seu bem-estar

    Queremos apoiá-lo(a) na sua saúde. Como reconhecer um problema venoso? Sofre de uma patologia venosa, ou tem um risco aumentado de desenvolver uma? Como pode evitar uma patologia venosa e o que é que pode fazer se precisar de ajuda? Procuramos aqui responder a muitas das suas perguntas e ajudá-lo(a) a viver ...

    O que nós queremos é: O seu bem-estar

    Queremos apoiá-lo(a) na sua saúde. Como reconhecer um problema venoso? Sofre de uma patologia venosa, ou tem um risco aumentado de desenvolver uma? Como pode evitar uma patologia venosa e o que é que pode fazer se precisar de ajuda? Procuramos aqui responder a muitas das suas perguntas e ajudá-lo(a) a viver sabendo que pode ter o melhor apoio possível – para viver a vida em movimento!

    Mais

    Terapia Compressiva Existem 75 produtos.

    Subcategorias

    • Meias de Compressão

      Classes de Compressão

      Classe I: 18 a 21 mmHg, de venda livre ao público. Compressão suave para uma pressão ligeira no tornozelo. Indicado em pernas pesadas e cansadas, formação ligeira ou inicial de varizes e edemas ligeiros. Para prevenir varizes, por exemplo na gravidez ou em profissões em que se passa muito tempo sentado ou em pé.

      Classe II: 23 a 32 mmHg, de venda livre ao público. Compressão média para uma pressão moderada no tornozelo. Usada, por exemplo, em varizes pronunciadas, pernas frequentemente inchadas, edemas após tromboses, pequenas úlceras curadas, no caso de inflamações fortes durante a gravidez, após tratamentos esclerosantes ou cirurgias, após inflamações venosas superficiais.

      Classe III: 34 a 46 mmHg, de venda condicionada ao público (sob receita médica). Compressão forte para insuficiência venosa crónica, após tromboses, no caso de alterações da pele e depois de úlceras da perna curadas.

      Classe IV: pelo menos 49 mmHg, de venda condicionada ao público (sob receita médica). Em situações mais graves do que para a classe III, em linfemas e lipedemas. (Nos linfedemas, são sobretudo usadas as meias de malha plana, com costura.)

      Disponibilidade de meias de compressão de acordo com a altura da meia

      AD - até ao joelho

      AG - até à raiz da coxa

      AT - Collant

      ATU - Collant de gravidez

    • Mangas e Luvas de...

      Classes de Compressão

      Classe I: 18 a 21 mmHg, de venda livre ao público. Compressão suave para uma pressão ligeira no tornozelo. Indicado em pernas pesadas e cansadas, formação ligeira ou inicial de varizes e edemas ligeiros. Para prevenir varizes, por exemplo na gravidez ou em profissões em que se passa muito tempo sentado ou em pé.

      Classe II: 23 a 32 mmHg, de venda livre ao público. Compressão média para uma pressão moderada no tornozelo. Usada, por exemplo, em varizes pronunciadas, pernas frequentemente inchadas, edemas após tromboses, pequenas úlceras curadas, no caso de inflamações fortes durante a gravidez, após tratamentos esclerosantes ou cirurgias, após inflamações venosas superficiais.

      Classe III: 34 a 46 mmHg, de venda condicionada ao público (sob receita médica). Compressão forte para insuficiência venosa crónica, após tromboses, no caso de alterações da pele e depois de úlceras da perna curadas.

      Classe IV: pelo menos 49 mmHg, de venda condicionada ao público (sob receita médica). Em situações mais graves do que para a classe III, em linfemas e lipedemas. (Nos linfedemas, são sobretudo usadas as meias de malha plana, com costura.)

    • Meias de Descanso

      Meias e collants de descanso

      Apesar das meias de descanso serem comparadas e confundidas com as meias de compressão, isso não corresponde à verdade. As meias de descanso diferem em pontos significativos das meias de compressão.

      As meias de descanso não são o mesmo que meias de compressão

      As meias de descanso servem principalmente para prevenir varizes. Ao contrário das meias de compressão, estas não têm uma pressão contínua e não são classificadas com as diferentes classes de compressão. Por isso mesmo, não são consideradas como um meio auxiliar medicinal, que um médico prescreve.

      Venda sem receita médica

      No entanto, aliviam as dores ligeiras sem qualquer grau de doença, como pernas pesadas e retenção de líquidos no tecido. Podem ser compradas no mercado livre, bem como em farmácias e parafarmácias.

    • Meias Hospitalares

      Meias Hospitalares

      O uso de meias anti-embolismo oferecem vantagens clínicas e económicas nos cuidados de compressão, bem como um vasto leque de artigos para cuidados em todas as situações do pós-operatóroio.

    • Circaid

      Desbridamento da ferida da úlcera venosa da perna com medi

      Para o tratamento de feridas associadas à doença venosa crónica

      Dispositivos médicos da medi para tratamento de feridas

      As úlceras venosas da perna desenvolvem-se sobretudo em pacientes idosos com doença venosa crónica. Como regra geral, o tratamento de feridas ulcerativas na barriga da perna mal curadas consiste no tratamento da ferida em si bem como no tratamento de compressão adjuvante, com meias de compressão especiais. A medi oferece soluções para ambas as etapas de tratamento.

    • Homem

      Qual meia de compressão é a certa para mim?

      A gravidade da doença venosa determina a pressão necessária. Meias de compressão em quatro diferentes classes de compressão estão disponíveis por meio de revendedores especializados. Dependendo do local do dano às veias e da extensão da sua progressão, diferentes comprimentos de meias são usados.

    • Cintas
    por página
    Mostrando 1 - 12 de 75 itens
    Mostrando 1 - 12 de 75 itens